set 05

Auriculoacupuntura no combate à Paralisia Facial

A auriculoacupuntura tem resultados satisfatórios no tratamAuriculoacupuntura no combate a Paralisia Facialento da Paralisia facial, porém  é importante seguir algumas observações para que o resultado seja eficaz e você ajude o paciente a se livrar dessa patologia que normalmente assusta também os familiares.

 

Observações principais:

 

1) Fazermos a distinção dos 2 tipos de paralisia facial existentes:

a) A Periférica : não atinge o cérebro e sim o nervo, entre a sua saída do cérebro até a sua chegada aos músculos da face.  Geralmente provocada por processo inflamatórios intrapetrosos, tumores da parótida e as seções traumáticas ou cirúrgicas do nervo, bem como por vírus, como uma herpes zoster por exemplo, ou até pelo que chamamos  na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) de “Golpe de vento” (aquela situação onde o paciente estava sob a churrasqueira quente e depois colocou a cabeça dentro do freezer.) Os sintomas nesses casos normalmente se manifestam somente no rosto e sempre no lado que ocorreu a lesão. Observa-se a caída da comissura labial, dificuldade em fechar os olhos no lado afetado, globos oculares se dirigindo para cima, salivação, lacrimejamento e perda da diminuição dos gostos.

Nesses casos é importante considerarmos que a invasão de vento frio, conforme a MTC, gera muitas vezes, uma estagnação de Qi e de sangue, o que provoca uma insuficiente nutrição dos músculos, ocasionando a paralisia.

 

b) A central ou supranuclear: derivada de um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ou de tumores, em regra, é uma lesão que se localiza entre o núcleo motor da face e a zona da circunvolução frontal ascendente (zona motora piramidal). Esse tipo de paralisia apresenta manifestações de paralisia facial do tipo inferior (pois não afeta os músculos frontal, superciliar e orbicular das pápegras). Observa-se a presença de desvio da comissura labial, assim como a saída da saliva por um dos lados da boca, juntamente com a incapacidade de assobiar, mostrar os dentes, encher a boca de ar e projetar as bochechas. Apresenta também outros sintomas não relacionados à face, tais como:  fraqueza nos braços, distúrbios da fala, entre outros.

A Auriculoacupuntura traz bons resultados independente da causa, entretanto é importante fazermos essa distinção, pois além dos pontos básicos para ambos os casos de paralisia, há também os pontos específicos para cada uma delas. O diagnóstico é conseguido com a anamnese e avaliação de cada paciente individualmente.

 

2) O tempo também é um fator que conta muito na recuperação do paciente. Quanto mais rápido se iniciar o tratamento, mais rápida será a resposta e a probabilidade de melhora. Quanto antes se iniciar o tratamento, mais chances obter-se-á da cura;

 

3) Em virtude da questão temporal ser muito importante (já citada na observação 2), deve-se buscar a associação da Auriculoacupuntura a outras técnicas como fisioterapia, medicamentos, acupuntura sistêmica, massagens, etc;

 

4)  atendimento e acompanhamento médico nos dois casos é imprescindível. Se você é o primeiro contato do paciente no tratamento da paralisia facial, encaminhe-o imediatamente a um médico, principalmente quando o paciente se enquadra na Paralisia Central ou Supranuclear.

 

Tratamento com Auriculoacupuntura

O local inicialmente tratável deve ser aquele afetado pela paralisia.

Outro ponto a ser destacado é a frequência das sessões. Preferencialmente, deve-se fazer Auriculoacupuntura “dia sim, dia não”.

O tratamento mais indicado deve ser realizado com agulhas nos pontos e, se possível, com eletroestimulação.

Orientações para o uso da eletroestimulação:

1) Tempo:

Por cerca de 20 a 30 minutos.

2) Estímulo:

Médio, com o objetivo de evitar a presença de espasmos musculares na área afetada.

3) Quantidade de pontos:

Aconselhamos não colocar eletroestimulação em muitos pontos de uma só vez.

4) Quais os Pontos:

Pode se colocar um eletrodo na Área da face e outro no Occipital. Um eletrodo na Área da face e o outro no Rim. Um na Área da face e outro no Supra-renal ou ainda Área da face e outro no Cérebro.

5) Direção das agulhas:

As agulhas de acupuntura podem ser colocadas uma apontando para a outra “como se fosse transfixar”.

6) Ondas e Frequências:

Densa/Dispersa, frequência 20 a 40 Hz. Começar com pouco estímulo e de acordo com a sensibilidade e acomodação do paciente e ir aumentando aos poucos.

7) Principal Efeito:

A eletroestimulação no tratamento da Paralisia facial tem como principal efeito o retorno mais rápido da sensibilidade.

8) Contra-indicação:

Como todos os métodos, existem algumas contra-indicações: Pessoas que utilizam marcapasso, gestantes (na região abdominal), em locais do corpo que tenham alguma prótese de metal.

 

 

PONTOS BÁSICOS (INDICADOS PARA AMBOS OS CASOS, NÃO EXCLUINDO OUTROS PONTOS COMPLEMENTARES):

 

Pontos relacionados com a área afetada:

– Face, Malar ou Bochecha;

– Olho;

– Boca;

– Garganta (quando há dificuldade em engolir);

– Língua (quando há dificuldade com o paladar);

Outros pontos como:

– Shenmen;

– Sub-córtex;

– Glândulas endôcrinas;

– Supra Renal;

– Ocipital;

– Trônco Cerebral (Somente para Paralisia Central);

Pontos secundários:

– Rim;

– Fígado ( Somente para Paralisia Periférica);

– Baço;

– Pulmão – (Somente para Paralisia Periférica);

Vamos explicar o motivo do uso de cada ponto:

– Face e Malar ou Bochecha, Olho e Boca serão usados na medida que essas regiões tenham sido afetadas de alguma forma pela paralisia.

– Tronco Cerebral é usado uma vez que as terminações nervosas da face partem do tronco cerebral, buscando a regularização neurológica nesta região.

– Subcórtex, busca-se aqui incrementar a atividade nervosa e vascular, melhorando, dessa forma, a circulação e nutrição da zona afetada e consequentemente a diminuição dos sintomas.

– Shenmen, Glândulas endôcrinas e Supra Renal são três pontos que possuem características anti-infeciosa, antirreumática e antialérgica, funcionando como pontos anti-inflamatórios na redução dos edemas;

– Ocipital – Ponto usado para desordens neurológicas e para distúrbios na pele e nos olhos, bom para todas enfermidades sensitivas e motoras, além de funcionar como regulador da circulação energética.

– Rim, acredita-se que o ponto remova toxinas, reduz linfodemas e aumenta a capacidade de oxigenação dos tecidos, além disso, de acordo com a MTC, ele melhora a vitalidade e qualidade do Qi em circulação.

– Fígado – É o órgão responsável pela regulação da circulação de energia. Deve ser usado para remover as estagnações e promover a correta circulação de energia;

– Baço – Esse é o órgão responsável pela nutrição e bom funcionamento dos músculos e suas manifestações se apresentam na boca, por isso deve ser ativado na auriculoacupuntura na tentativa de restabelecer possíveis desarmonias.

– Pulmão – Fortalece o organismo contra agentes patológicos externos e reflete na parte mais externa do corpo a pele.

 

Vamos ver como ficou nossa prescrição:

Auriculoacupuntura no combate a Paralisia Facial

Esperamos que essas orientações sejam úteis!

Se você tiver alguma dúvida, ou tiver algum caso de sucesso de tratamento da Paralisia Facial por meio da Auriculoacupuntura, divida conosco. É sempre bom quando constatamos casos de melhora! Isso fortalece nosso trabalho como terapeutas e a confiança das pessoas na Auriculoacupuntura!!

Um abraço,

 

Luana Leal (Equipe Portal Acupuntura)

Acupunturista e Terapeuta Holística
http://lualterapias.com.br
lualterapias.blogspot.com.br
3077-3910 / 3088-1532 / 97496888

Maria da Glória (Equipe Portal Acupuntura)

Acupunturista, Profa. de Auriculoacupuntura, Massoterapeuta
e-umail: glorezende@uol.com.br ou glorezende@hotmail.com
Tel: (31) 3262-1195 (31) 3241-4235 (31) 9611-4844
 

Pablo Rezende (Equipe Portal Acupuntura)

Acupunturista e Massoterapeuta
pablolivre@hotmail.com
https://www.facebook.com/profile.php?id=100007762158138
 
 
Bibliografia:
DAL MAS, Walter Douglas. Auriculoterapia – Auriculomedicina na Doutrina Brasileira. Ed. Roca. 
GARCIA, Ernesto; Auriculoterapia; Ed. Roca; São Paulo; 1999.
GLÓRIA, MARIA DA, Apostila do curso de Auriculoacupuntura – INCISA-IMAM – 2014;
ROSS, Jeremy. Combinações dos Pontos de Acupuntura: a chave para o êxito clínico. São Paulo, Roca, 2003. 
SOUZA, Marcelo Pereira. Tratado de Auriculoterapia. Look Gráficas e Editora, 2001. 

 

 

6 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • leandro dias ferreira dutra on 22/12/2014 at 22:18
    • Responder

    gostaria de saber quais os pontos mais especifico para realizar a eletroestimulaçao na auricoloacupuntura(paralisia facial) e qual e a melhor frequencia (Hz)pode realizar em todos os pontos .gostei do assunto aguardo a resposta grato (sou fisioterapeuta e trabalho com acupuntura)grato

    1. Leandro, sua mensagem foi encaminhada aos terapeutas da nossa equipe. Em breve, será respondida.

    2. Leandro,
      Seguem algumas sugestões:

      1) Quantidade de pontos:
      Aconselhamos não colocar eletroestimulação em muitos pontos de uma só vez.

      2) Quais os Pontos:
      Pode se colocar um eletrodo na Área da face e outro no Occipital. Um eletrodo na Área da face e o outro no Rim. Um na Área da face e outro no Supra-renal ou ainda Área da face e outro no Cérebro.

      3) Direção das agulhas:
      As agulhas de acupuntura podem ser colocadas uma apontando para a outra como se fosse transfixar.

      4) Ondas e Frequências:
      Densa/Dispersa, frequência 20 a 40 Hz. Começar com pouco estímulo e de acordo com a sensibilidade do paciente e ir aumentando aos poucos.

      5) Principal Efeito:
      A eletroestimulação no tratamento da Paralisia facial tem como principal efeito o retorno mais rápido da sensibilidade.

      5) Contra-indicação:
      Como todos os métodos, existem algumas contra-indicações: Pessoas que utilizam marcapasso, gestantes (na região abdominal), em locais do corpo que tenham alguma prótese de metal. 

      Espero que ajude. Qualquer dúvida ou questionamento estamos a disposição.

      Equipe Portal Acupuntura

    • Alessandra on 03/02/2015 at 14:27
    • Responder

    Meus caros colegas, tenho uma paciente com Paralisia facial, o lado que foi afetado esta sem espasmo, mas o olho ficou meio fechado e nao estou conseguido inverte este quadro. o que vcs me indicam .

  1. Gostei muito do texto e dos ensinamentos sobre o tratamento da paralisia facial. Gostaria de saber se vcs ministram cursos on line. Desde já muito obrigada.

  2. Excelente explicação. Obrigada.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.